Toxina botulínica (botox)

A Toxina Botulínica (ou Botox) é amplamente conhecida, principalmente pelo nome comercial da primeira medicação lançada, mas existem outras marcas, como o Dysport, o Prosign e o Xeomin no mercado. O mecanismo de ação é o bloqueio da placa motora. Ou seja, a medicação se interpõe entre o neurônio e o músculo, impedindo que o comando para a contração chegue a ser efetuado. Dessa forma, o músculo que sofreu a aplicação é paralisado e relaxa.

O relaxamento muscular faz com que a pele que recobre o músculo também relaxe e a linha de expressão desapareça. Além disso, o enfraquecimento de determinados músculos faz com que outros prevaleçam. Essa ferramenta é muito útil para “levantar” as sobrancelhas, por exemplo.

O produto está contraindicado em pacientes com doenças da placa motora e neurodegenerativas, como a Miastenia Gravis. Não existe idade mínima ou máxima para a aplicação do Botox, desde que haja necessidade e que não haja contraindicações.

Ficha Técnica
  • Anestesia: pomada anestésica e gelo;
  • Local do procedimento: clínica ou consultório;
  • Tempo de aplicação: de 15 a 30 minutos;
  • Inchaço: pequenas pápulas que desaparecem em poucas horas;
  • Incômodo: leve a moderado, apenas no momento da aplicação;
  • Início da ação: começa agir em 48h e atinge o pico em até 15 dias;
  • Duração do resultado: de 4 a 6 meses;
  • Afastamento do trabalho: não será necessário;
  • Afastamento de atividades físicas: por prudência, recomendado não realizar apenas no dia da aplicação;
  • Exposição ao sol: por prudência, evitar exposição apenas no dia a aplicação;
  • Recomendações adicionais: não pressionar as áreas de aplicação. Não deitar nas primeiras 2 horas após a realização do procedimento.